Vamos falar de m-commerce? Você sabe o que é?

Com uma concorrência implacável, as empresas precisam estar muito atentas à experiência do usuário

M-commerce é a sigla para “mobile commerce”, ou seja, comércio via dispositivos móveis. Uma pesquisa da TIC Domicílios revelou que, dos 70% da população que usaram a internet em 2019 — que significa mais de 126,9 milhões de pessoas, ou 97% —, o fizeram pelo celular como dispositivo de acesso.

O crescimento acelerado das vendas online já podia ser observado nos últimos anos, confirmando a tendência que previa a diminuição das compras físicas e aumento da busca por compras na internet. De olho no consumidor do futuro, as grandes marcas investiram pesado em apps e no m-commerce proporcionando uma boa experiência de compra — o que é fundamental para desmistificar o processo e trazer a confiança necessária para que o consumidor desenvolvesse o hábito das compras online.

Mas a pandemia veio para tornar esse comportamento ainda mais evidente e necessário. Durante a quarentena observamos um uso ainda maior da tecnologia e da internet — afinal, as pessoas precisavam comprar sem sair de casa. Segundo um estudo, 61% dos consumidores que compraram pela internet durante a quarentena aumentaram o volume de compras online devido ao isolamento social. Em 46% dos casos, esse aumento de compras foi superior a 50%. O grande destaque foi a compra de alimentos/bebidas para consumo imediato por delivery, que cresceu para 79% dos entrevistados.

O 5G já é uma realidade em alguns países e está chegando também no Brasil. Já parou para pensar nisso? Com a navegação mais rápida e facilitada, a tendência é observarmos um aumento das compras via smartphone, que irão dominar o mercado. Então, é preciso refletir: sua empresa já se preocupa em proporcionar uma boa experiência de compra via m-commerce?

Se a sua resposta é ainda não, é melhor começar a olhar para essa questão agora. E digo agora mesmo. Ou pode ser tarde demais! Lembre-se: durante a pandemia, as empresas que haviam deixado de lado esse papo de ‘’e-commerce’’ com o argumento de que as vendas físicas nunca iriam morrer… Acabaram ficando para trás.

Portanto, se a sua empresa busca aumentar o volume de vendas via internet, observar com carinho todo o processo de compra pelo qual o usuário precisa passar quando acessa o seu site via smartphone é o primeiro passo. Não se trata de apenas adaptar uma versão. Recomendamos a construção de uma página do zero, focada em atender as necessidades que o mundo mobile exige.

Com uma concorrência implacável, as empresas precisam estar muito atentas à experiência do usuário.

 

Opa, vem o bonde aí de novo. Vai embarcar dessa vez? Uma boa notícia: ainda dá tempo!

Fonte: Meio & Mensagem
          Leandro Varges - Diretor de marketing digital da A+

Informações adicionais